Apneia do Sono

A apneia do sono se caracteriza por redução parcial ou total das vias aéreas enquanto a pessoa dorme. Afeta principalmente aqueles acima de 65 anos, homens e pessoas obesas.

Os sintomas da apneia do sono são o ronco, a paralisação da respiração durante um breve período, mas de forma frequente, e excesso de sonolência ao longo do dia. 

Geralmente a apneia do sono está relacionada a doenças cardíacas e hipertensão arterial. Podem aumentar a ocorrência de infartos, arritmias e até derrames cerebrais.

Causas

As principais causas de apneia do sono são:

  • Obesidade
  • Hábito de fumar
  • Consumo excessivo de álcool
  • Uso descontrolado de medicamentos como sedativos
  • Adenoides ou aumento das amídalas
  • Câncer
  • Maxilar encurtado

Tratamento para apneia do sono

Para manter as vias aéreas desobstruídas, é indicado o uso de uma máscara – chamada CPAP – que, conectada a um compressor, força a passagem do ar pelas vias aéreas durante a noite. 

Outra opção é a cirurgia para remoção das obstruções e correção de desvios anatômicos, que possam impactar no fluxo de ar.

Além disso, adotar hábitos saudáveis, perder peso e dormir de lado contribuem para reduzir os sintomas.