• (47) 3027-4588

Pneumonia

A pneumonia é uma infecção nos pulmões. É uma das maiores causas de morte por doença infecciosa no Brasil. Para evitar esse quadro, é preciso seguir o tratamento para pneumonia à risca. Apesar de ser mais frequente e grave em idosos e crianças, também atinge jovens e adultos. 

Não é uma doença tão contagiosa ou transmissível quanto a gripe. Exige atenção em pessoas com o sistema imunológico mais frágil, como soropositivos, pacientes oncológicos, com desnutrição, doença pulmonar prévia, alteração do sono, estresse, entre outras condições. 

Causas

Os pulmões são órgãos duplos que se localizam nas caixas torácicas. A pneumonia se instala quando agentes irritantes ou infecciosos ocupam os alvéolos pulmonares ou os interstícios – espaços entre os alvéolos, onde ocorrem as trocas gasosas. 

Os agentes que provocam a pneumonia podem ser bactérias (mais comuns), vírus, produtos químicos ou fungos (mais raros e mais agressivos).

Os principais sintomas são:

  • Febre alta (acima de 37,5°C)
  • Tosse seca
  • Secreção de muco na cor verde ou amarelada
  • Falta de ar
  • Dificuldade de respirar
  • Dor no tórax
  • Alteração da pressão arterial
  • Excesso de toxinas no sangue
  • Mal estar generalizado
  • Prostração

Tratamento para Pneumonia

O tratamento para pneumonia é determinado com base na gravidade, nos fatores de risco e na presença de outras doenças ou condições clínicas. Geralmente, a cura envolve o uso de antibióticos, prescritos pelo médico. Com a medicação, os sintomas costumam passar em 3 ou 4 dias. 

A internação hospitalar pode ocorrer quando o paciente tem acima de 65 anos, apresenta febre alta por um longo período ou tenham alterações clínicas (rins comprometidos, pressão alta, falta de ar).