Asma

A asma é uma doença crônica das vias aéreas que se caracteriza pela inflamação dos brônquios, dificultando a respiração. É um dos problemas respiratórios mais comuns, junto com a rinite alérgica. Entre os sintomas, os principais são tosse, falta de ar, chiado, deficiência respiratória ao se exercitar e sensação de aperto no peito. 

Causas

As causas da asma estão associadas a fatores genéticos e estímulos ambientais. A exposição a agentes irritantes representa o principal gatilho para a crise de falta de ar. Entre os mais comuns, estão:

  • Pó e poeira
  • Ácaros
  • Fezes de baratas
  • Mofo e fungos
  • Perfumes
  • Odores fortes
  • Animais domésticos
  • Fumaça de cigarro
  • Pólen
  • Poluição do ambiente
  • Infecções virais
  • Exposição ao ar frio

Tratamentos para Asma

O tratamento envolve ações de prevenção e controle, ou seja, requer cuidados do paciente e o uso de medicamentos por indicação médica. 

Existem dois tipos de medicamentos usados no tratamento para asma:

1) Medicação de controle ou manutenção: usada para evitar que surjam os sintomas e prevenir as crises. Com propriedades antiinflamatórias, são introduzidas para preservar a função respiratória.

2) Medicação de alívio ou resgate: indicada para dilatar os brônquios e melhorar os sintomas durante as crises. Podem ser de curta duração – com efeito broncodilatador que dura 4 a 6 horas – ou de longa duração – até 12 horas. 

A asma pode variar de pessoa para pessoa. O tratamento é individualizado e pode ter sua dose alterada ao longo do tempo, por recomendação médica. É essencial seguir à risca a prescrição, pois existe o risco de haver grandes prejuízos aos brônquios. Não altere nem interrompa o tratamento por conta própria.